A diferença entre Limpar, Desinfetar e Esterilizar

Aprenda neste artigo a diferença entre limpar, desinfetar e esterilizar Imagens:

Compartilhar

Se você tem dúvida sobre a diferença de cada um deles fica até o final deste artigo que vamos te ajudar. 

Os atos de limpar, desinfetar e esterilizar acabam sendo frequentemente confundidos pois algumas pessoas trocam seus significados por, muitas vezes, não saberem o seu real significado. Por isso resolvemos, neste post, te mostrar a diferença entre limpar, desinfetar e esterilizar. 

O que torna um processo mais eficiente que o outro é a necessidade do tipo de limpeza, que varia de acordo com cada situação. 

 

Limpar: é o processo de remoção da sujeira. 

A maneira mais comum de manter o ambiente protegido da contaminação de vírus e bactérias é a limpeza. Com detergente, sabonete e uma escova podemos você consegue retirar até 90% das bactérias que estão espalhadas no ambiente. Os vírus apenas entram em ação quando penetram na célula da pessoa. Quando estão no ar, os vírus se comportam como partículas. Por isso é sempre importante lavar as mãos para evitar contaminação como a gripe e o novo Coronavírus. 

A limpeza é um processo geral e superficial e deve ser feita sempre que for necessário a remoção de sujidades de utensílios, móveis, pisos e paredes. Em casos mais comuns essa limpeza é recomendada, pois consegue eliminar praticamente todas as bactérias, que nesses casos são mais simples. 

Em locais com grande movimentação de pessoas, como hospitais, restaurantes e banheiros, apenas a limpeza não é suficiente, devido a alta quantidade de vírus e bactérias. Nestes casos é necessário uma desinfecção ou até mesmo uma esterilização. 

 

Desinfectar: Acaba com até 90% dos germes. 

A desinfecção consegue acabar com um número maior de bactérias se comparado a limpeza comum. As maiores ferramentas para a desinfecção são o cloro e o álcool. Principalmente pela toxidade contra bactérias e vírus. A desinfecção deve ser utilizada em processos onde encontramos uma acumulação maior de bactérias, como toalhas de banho, pias de cozinha, vasos sanitários, entre outros. 

 

Esterilização: Elimina todos os microrganismos, significa que naquele local não tem nenhuma bactéria ou fungo. 

A esterilização é o método mais eficiente para eliminar microorganismos. Existem diferentes formas para concluir esse processo. Uma delas é a esterilização por calor seco, que exige maior tempo de exposição para alcançar o objetivo. Essa esterilização é normalmente encontrada em salões de beleza e hospitais, onde é necessário efetuar a limpeza dos materiais que entrarão em contato com a pele e o sangue dos clientes/pacientes. 

Lembrando que é imprescindível ter o acompanhamento de um profissional da área, para indicar como deve ser feito a esterilização da maneira correta, atingindo os índices corretos de tempo e temperatura para uma esterilização segura. 

A outra forma de esterilização é à vapor, indicada para objetos que não tem problemas com umidade. Essa é a forma de esterilização mais barata e é indicada para inúmeros objetos, como mamadeiras e chupetas de criança, utensílios domésticos.

Comentário no facebook

Curta Nossas Redes Sociais